Internet hoje

Archive for the ‘mulher’ Category

Campanha contra globalização do siliconeAlém da manifestação sobre  a legalização do aborto, um dos temas também fizeram parte do protesto deste domingo, foi  campanha “contra a globalização do silicone“.

“É uma manifestação para que não se dê tanta ênfase à mulher como símbolo sexual. Ela não é só peito e bunda. A mulher se inferioriza quando se vê sem peito e bunda, mas ela é um ser completo”, defendeu Rosimeire de Oliveira Lopes, da União de Mulheres de São Paulo.

As mulheres também reivindicaram creches que funcionem 24 horas e salário mínimo para donas de casa. E protestaram contra a violência contra a mulher, a crise econômica e a combinação de “machismo e capitalismo, transformando tudo em mercadoria e colocando preço inclusive em nossos corpos”, segundo o panfleto que convocou o público para a manifestação.

Lula

Com bandeiras e faixas assinadas pelo PC do B, PSOL e PT, também houve espaço para cobrar políticas públicas do prefeito da capital, Gilberto Kassab (DEM), e do governador de São Paulo, José Serra (PSDB).

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também foi lembrado na manifestação, mas, em pelo menos uma das faixas, não com críticas.

“De tanto ouvir as pessoas falarem que gostariam que o Lula continuasse na Presidência, tomei essa iniciativa, porque é isso que o povo precisa”, justificou, em tom de discurso, Francisca Vitória Gomes, moradora de São Bernardo do Campo, base política do presidente, empunhando uma faixa em defesa de um terceiro mandato de Lula.

Identificando-se como membro da Associação de Apoio ao Povo Carente e dizendo não ser filiada a nenhum partido, ela pedia a alteração da Constituição para que o presidente possa se candidatar novamente em 2010.

Diversas entidades assinam o panfleto que convocou a manifestação, como organizações feministas e do movimento negro, coletivos de mulheres, a Central Única dos Trabalhadores (CUT), União Nacional dos Estudantes (UNE), Movimento Sem Terra (MST) e partidos como PSOL, PCB, PT, PC do B e PTB.G1

Anúncios

Manifestação  No Dia Internacional da Mulher, entidades feministas, movimentos sociais, sindicatos e partidos de esquerda fizeram uma manifestação na capital paulista, com faixas, frases de protesto, carros de som, bateria, música e apitos.

Entre as principais reivindicações, a legalização do aborto, tema de uma grande faixa que abria a caminhada do grupo, que partiu da Praça Oswaldo Cruz no final da manhã deste domingo (8) e desceu a Avenida Brigadeiro Luis Antônio em direção ao obelisco em frente ao Parque Ibirapuera.

De cima de um caminhão de som, partiram críticas ao arcebispo de Olinda e Recife, dom José Cardoso Sobrinho, que excomungou médicos e a mãe da menina de 9 anos que engravidou após sofrer abuso sexual e passou por um aborto. Embaixo, frases de protesto entoadas por jovens: “se o Papa fosse mulher, o aborto seria legal”.

Uma outra faixa dizia não “à CPI da Fogueira” e defendia o direito ao “aborto legal e seguro”. “Já existe uma frente parlamentar contra a legalização do aborto”, explicou Yuri Puello, da entidade “Católicas pelo Direito de Decidir”. G1

Na próxima semana, todas as agências da Caixa Econômica Federal vão oferecer a emissão e a regularização gratuita do Cadastro de Pessoa Física (CPF) para as mulheres. A ação faz parte das comemorações do Dia Internacional da Mulher. O serviço será disponibilizado entre os dias 9 e 13 de março, das 11h s 16h. Sem este documento, não é possível abrir contas bancárias ou ser titular de programas sociais.

As mulheres maiores de 18 anos devem levar um documento de identificação que contenha os dados de filiação e data de nascimento, além do título de eleitor ou documento de dispensa de alistamento eleitoral. Quem ainda não tiver 18 anos, pode ser representado por um dos pais ou responsáveis, que deverá levar a certidão de nascimento ou documento que contenha os dados de filiação e data de nascimento da criança ou adolescente, além de seus documento de identificação.

As mulheres com idade entre 16 e 18 anos que tiverem documento de identificação com filiação e data de nascimento podem solicitar a emissão ou a regularização do CPF sem a presença de um responsável.

Atualmente, a emissão do CPF custa R$ 5,50 e pode ser feita nas agências da Caixa, do Banco do Brasil e da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). De acordo com a Caixa, desde 2004, 1,5 milhão de mulheres já emitiram o documento gratuitamente por causa da campanha realizada pela instituição.

Fonte: AE

Escolher presente para mulher não é nada fácil. Que o digam os maridos, namorados, noivos e amantes. Ainda que o Dia da Mulher – 8 de março – não seja uma data de retumbante sucesso comercial na venda de presentes, como Dia das Mães e Dia dos Namorados, o Terra perguntou para 15 mulheres de profissões (advogadas, empresárias, nutricionistas, jornalistas, professoras, tradutoras, artistas gráficas) e faixas etárias diferentes (dos 20 aos 50) qual o pior presente para elas.

Há gostos pessoais, claro, afinal algumas disseram que não gostam de flores nem de caixa de bombom. Uma mulher disse até que não gosta de jóias e prefere bijuterias (algo pouco comum, não?), mas algumas opiniões foram praticamente unânimes. Por isso, no próximo aniversário de sua mãe, prima, sobrinha, filha, mulher, namorada etc. ou mesmo neste Dia da Mulher, pense bem antes de comprar:

1 – Jogo de panelas: A grande maioria das entrevistadas tem ojeriza de panelas. Talvez Freud e Jung, papas da psicologia que traçaram teorias de sexualidade e de arquétipos, expliquem. Sim, querido leitor, já não se fazem mais mulheres como antigamente. Panelas, hoje, são um presente masculino, podem apostar. São os homens que têm curtido muito mais a cozinha do que suas esposas. E eles adoram aquelas mais caras e eficientes. Mas as mulheres, pelo jeito, estão preferindo a comidinha na boca. O que, digamos, é muito mais prático, não?

2 – Outros utensílios domésticos: É preciso conhecer muito bem a mulher a ser presenteada para entrar numa loja dessas que vendem todas as (in)utilidades domésticas existentes e comprar alguma coisa. Podem até encher os olhos, mas todo cuidado é pouco, porque vai saber como ela reagirá à sua intenção. Espagueteira, batedor de frutas, liquidificador, fogão, geladeira e ferro de passar roupa só mesmo na lista de casamento. Senão, a representante do sexo feminino vai pensar que você acha que o lugar dela é na cozinha. E aí, o pau de macarrão (ainda tem gente que tem isso?) vai direto para sua cabecinha.

3 – Aparelhos para o corpo: Sinal amarelo neste quesito, que pode se transformar em verde ou em vermelho, dependendo da mulher. Caso você resolva comprar aquelas maquininhas cujos movimentos substituem 500 abdominais em cinco minutos, cuidado. Só gaste o dinheiro se a presenteada tiver feito este pedido explicitamente. Sim, há mulheres que enlouquecem para ter um aparelho deste, que, depois de algumas semanas, se perderá em alguma gaveta ou armário. Se a moça nunca falou sobre a tal engenhoca e ganhar uma, terá certeza de que você acha que ela está fora de medida. O mesmo acontece com todos esses aparelhos de fitness milagrosos e caríssimos. Como resultado, você pode ser expulso de campo.

4 – Lingeries: São objetos de fetiche de muitos homens, mas uma escorregada na escolha pode ser um balde de água fria em qualquer intenção mais quente. Seguem então alguns conselhos básicos. Esqueça completamente o bege (a mulher tem obrigação de ter peças desta cor no armário, é óbvio, mas nunca recebidas como presente, porque ninguém pode saber que ela usa). A única exceção é se o presente for para sua mãe, mas só se própria progenitora tiver escolhido o modelo. Outra coisa, que foi muito bem assinalado pelas entrevistadas: ATENÇÃO AO TAMANHO. Óbvio que não pode ser grande demais, nem pequena demais, tipo dois números a menos do que o manequim da presenteada. Se receber um conjunto minúsculo, vai se sentir a última das últimas. Não há nada pior do que calcinha e sutiã que marcam a silhueta (para não falar gordurinhas). E outra dica (este item é extenso, hein?): você pode ter verdadeiro fascínio por calcinhas do tipo fio-dental, mas a escolha de uma peça como esta é pessoal e intransferível, afinal cada uma sabe onde tem suas estrias e celulites. Meia-calça também é uma escolha puramente feminina, não tente invadir a seara alheia. Neste item, a única ação masculina é tirar o acessório da companheira, sem desfiá-lo, por favor.

5 – Fantasias: Enfermeira, coelhinha da Playboy, salva-vidas, dominadora etc. Dar uma dessas fantasias à sua companheira para satisfazer o seu próprio prazer é no mínimo indelicado, para não dizer outra coisa. Uma das entrevistadas foi taxativa. “Detestaria satisfazer o desejo do outro sem ao menos ser consultada.” Então fica a dica: se ela topar, tudo bem, se não, opte por uma bolsa bem bacana (não pirateada, viu?) ou por um par de sapatos do modelo que ela costuma usar (não importa se ela tiver mais de 100 pares no guarda-roupa). Tais itens são infalíveis no inconsciente feminino. E se você tiver “outras” intenções, diga delicadamente que você gostaria de vê-la vestida apenas com a bolsa e os calçados e mais nada.

6 – Livros, CDs e DVDs: São presentes comuns, mas têm de ser muito bem escolhidos, caso contrário ficarão relegados às estantes. Veja as listas dos itens que as entrevistadas detestariam ganhar: CD e DVDs piratas (pelo amor de Deus! Isso é crime e dos bravos também no quesito relacionamento), CDs com músicas românticas italianas; algumas disseram que detestam sertanejos (mas isso, vá lá, é bem pessoal); DVDs de ginástica (hummm!!!, de muito mau gosto); livros de auto-ajuda (tipo “O que toda mulher inteligente precisa saber” ou “Perca 100 quilos em 30 dias”), são verdadeiras ofensas pessoais; ou aquele “livro de receita da mamãe” só para dar o recado que sua progenitora cozinha muuuito melhor que ela; e, por fim, livros de receita em geral, a menos (mais uma vez) que ela tenha pedido.

7 – Enfeites e bibelôs: Se você for um exímio conhecedor dos gostos pessoais dela, ótimo, então arrisque-se. Caso contrário, esqueça. Duendes, pedrinhas, fontes de água, vaquinha, porquinhos, peixinhos, animais de vidro etc. devem passar longe da lista de presentes. Se a mulher for esotérica, pode até adorar alguns deles. Mas pense bem, a decoração da casa é tão particular, não é? Se você for o marido, então, isso não vale como presente nunca: que graça tem você presentear sua mulher com enfeite para sua própria casa? Haja falta de criatividade.

8 – Perfumes e outras coisas de cheiro: Perfume é um assunto seríssimo, assim como outras coisas que têm cheiro (desde bonequinhas até incensos). Ela pode ser alérgica e ganhar junto um montão de espirros e uma crise de rinite. Ou então detestar aquela fragrância superdoce ou superforte. E se for “perfume baratex ou piratex”, como disse uma das entrevistadas, pior ainda. Resumo da ópera: para dar perfume, arrisque apenas na fragrância que você sabe que ela ama e compre o original, nem que custe os olhos da cara. Com certeza, é um investimento a longo prazo.

9 – Roupas: Sim, todas as mulheres são loucas por roupas, mas cada uma no seu estilo. Não venha com aquela calça baggy (tão na moda agora) se você sabe que ela só usa os modelos mais básicos. Camiseta regata é outro item arriscado, pode ficar justa demais, larga demais, curta demais… deixe-a comprar o modelo de que gosta e pronto. Se quiser dar roupa, conheça a fundo o estilo dela, caso contrário, aposte no básico, como uma linda e chique camisa branca, bem cortada e de bom tecido. E mais uma coisinha: pijamas… sinal de alerta, alerta, alerta. Tem de ser muito legal, se não é muito broxante (tipo o modelo de flanela com botões ou aquele macacão igual ao de bebê, nossa!!!). Se quiser que ela durma bonita, então compre um linda camisola de seda, mas que não pareça fantasia sadomasô.

10 – Outras coisinhas inoportunas: Nem por brincadeira, e isso é muito sério, dê uma vassoura. O quê? Você não acredita que alguém já fez isso. Sim, sim, sim. Uma das pesquisadas disse que o marido fez essa brincadeirinha com ela, dizendo que era “seu carro novo”. Depois de uma semana sem se falarem, tudo voltou à normalidade. Já fizeram bodas de prata de casamento. Capacho, caixa de ferramentas, batons de cores fortíssimas, bijuterias de moda que depois ficam datadas (tipo indianas), kits de dieta, caixa de chocolate (caso ela viva brigando com a balança) e até curso de informática (alguém dá isso?!) entraram nas listas de presentes indesejáveis.

Pois bem, a relação é extensa, mas o conselho é: ao escolher, vá pelo bom senso, sempre. E, na dúvida, se sua conta bancária garantir, uma jóia. Ok, uma delas disse que não gosta, mas se ganhar um pingentinho qualquer nunca mais vai se esquecer. Tenha certeza disso.


Ultimas not�cias

tt

dd